20 outubro 2008

Sugestão musical

David Santos. Noiserv. David Santos. Noiserv. O miúdo de 12 anos que partilhou uma carteira comigo. O rapaz com madeixas oxigenadas pelo cabelo. O adulto que acabou o liceu e largou os óculos. O homem afectuoso e instável que se orgulhava das suas longas rastas. O músico de 26 anos que acaba de lançar o disco One Hundred Miles From Thoughtlessness.

Desde há algum tempo que acompanho este projecto e que torço pelo seu sucesso. Hoje, quando fui ver o correio, tinha a melhor das surpresas à minha espera: um exemplar de One Hundred Miles From Thoughtlessness. Rasguei o plástico e pu-lo imediatamente a tocar. Ao mesmo tempo que ouvia o tema instrumental welcome party, pude saborear a simplicidade e originalidade dos desenhos a carvão que ilustram este trabalho. Detive-me nos pormenores, nas frases, nos números e, quando dei por mim, já estava a ouvir o tema tokyo girl (there was a time when I slept in your bed please give me your gun). Minutos depois, levada por uma espécie de poesia existencialista, seguia-se outro confronto emocional: good son it’s alive it’s a way it’s a state of living it’s night and so they cut my head when they say action when they say action I'll be dead.

Lembro-me muito bem da altura em que o miúdo Noiserv gostava do Swallowed dos Bush, do Milk dos Garbage e do Open your eyes dos Guano Apes. Tempos que já lá vão. Agora, o músico Noiserv vai apresentar o seu próprio álbum no dia 14 de Novembro, pelas 21h30m, no São Jorge e por apenas seis euros. Não poderei comparecer, mas consigo imaginar toda a cena. Uma grande dose de humildade como marca da sua identidade e uma enorme vontade de que o público participe no concerto. Tal e qual como neste cd, em que é oferecido um lápis de cor para que todos possamos contribuir neste elevar de um sonho.

3 comentários:

Rita disse...

Querido David,

Mereces tudo isto e muito mais, pela tua força de vontade ao longo dos anos em preservar este projecto!
Parabéns!
BJS

Anónimo disse...

dia 14 lá estarei!

Anónimo disse...

:):)...hmm, tão bonito...Obrigado mafalda...já te tinha dito muitas vezes mas assim fica registado...:p...e obrigado tb à RITA pelo comentário...:P

Beijinhos às duas...

Este anónimo chama-se david...