29 outubro 2006

Choque no Doc Lisboa

Por que carga de água é que um festival com a qualidade do Doc Lisboa tem de convidar a Sílvia Alberto para fazer parte do júri?

(Bonito foi quando a bela da Sílvia resolveu dizer, em plena sessão de encerramento, Vou dar o meu melhor para falar inglês.)

6 comentários:

Ricardo Martins disse...

Perguntava-me também isso mesmo, ontem. Deve ser por ela estar na moda… E que dizer daquele Ivo Ferreira, pseudo-galã do cinema português, que está em todas e não está em nada?

Segui a cerimónia com tédio e a espreguiçar-me descaradamente, qual Joseph Cotten em Citizen Kane. Os mesmos discursos, as mesmas palavras vãs, os mesmos “apoios” financeiros… todos reunidos sob um tecto para iludir tolos.

Fui duas vezes ao DocLx deste ano e bastou.

Anónimo disse...

tbem axo

Mafalda Azevedo disse...

Ai Ricardo… Que pena não te ter visto! Acredita que houve uma altura em que fechei os olhos e a minha cabeça tombou para a frente…

Daniel Pereira disse...

o que não gosto no Doc é isso das personalidadezinhas que se conhecem todas umas às outras e metem nojo até mais não a bater palmas a todos os filmes que lá passam quando nem metade nem um quarto mereçam isso e quando filmes nas salas comerciais que merecem isso saem das salas sem espectadores ponto final que me engasgo

Hugo Alves disse...

Feira das Vaidades(inhas) + Aproveitamento mediático. Isto é Portugal no seu "melhor"...

Anónimo disse...

´Faltou atitude ! Faltou atitude a todos aqueles que receberam prémios e não foram capazes de articular uma frase balbuciando apenas um obrigado de olhos no chão e com ar de quem vai tropeçar. Abaixo a atitude ! Daqueles que começam qualquer conversa com um " Continua a ser muito dificil em Portugal ..."