29 maio 2007

This is your last chance

Continuando com as minhas anotações impressionistas...
Ultimamente tenho tido boas experiências cinematográficas. Há que tempos que não via um thriller que me enchesse as medidas e, nos últimos dias, tive a sorte de assistir a dois thrillers muito razoáveis: Ruptura e Zodiac.
(É que, aqui entre nós, até gostei do The Prestige e do The Illusionist mas aqueles finais não me surpreenderam nem um bocadinho.)
Custa-me admiti-lo mas continuo a gostar muito de ver o Anthony Hopkins a fazer de Hannibal Lecter. Não me consigo cansar. Ninguém mais consegue aliar elegância e crueldade daquela forma depurada. Para além disto, e mais uma vez tiro o chapéu ao Jorge Mourinha, Ryan Gosling é um grandessíssimo actor. Preferi vê-lo agora do que em Half Nelson. Talvez por não simpatizar com a figura do “professor caridoso”, a verdade é que tive muito mais gosto em assistir à evolução humana do jurista ávido.
Por outro lado, e depois de não ter gostado de Panic Room, saí realizada de Zodiac. Às vezes penso que o Mal me interessa tanto como o Belo. O único problema é que posso exorcizar diariamente a minha obsessão pelo Belo e, no que toca ao Mal, já se torna mais complicado. Assim, restam-me filmes como este e como o Little Children, para nomear apenas películas estreadas em 2007, que me permitem conviver directamente com essa faceta do ser humano, sim porque é a maldade humana do ponto de vista individual que mais me interessa, tão recôndita e tão pouco analisada.

8 comentários:

Marianne disse...

HuMM.. Gostaste do Prestige ? eu achei muito fraco mesmo.

Mafalda Azevedo disse...

Na realidade, tenho é um fraquinho pelo trio Christopher Nolan, Christian Bale e Scarlett Johansson.

:)

Marianne disse...

ah, eu logo vi que havia aí coisa

Miguel Marujo disse...

Mais um para a lista... dos a ver, num dvd perto de mim, no meio de tanto trabalho! ;)

Manuel disse...

Quando mete a Scarletzinha a Mafalda fica como o sousa tavares a falar de tabaco ou do fcp...
O Prestige era fraquinho,mas no Zodiac estamos de acordo.
A Ruptura ainda não vi,mas gostei do Quebra de Confiança.

Miguel Marujo disse...

Eu que não sou portista nem fumo, também posso ficar MST! Não seja por isso.

wasted blues disse...

Também achei o 'The Prestige' fraquinho, pouco surpreendente...

wasted blues disse...

Nem o meu querido Christian Bale me conquistou para o filme :P